Pular para o conteúdo
Voltar

Projeto ensina capoeira angola para iniciantes via plataforma digital

A iniciativa é contemplada pelo Edital MT Nascentes da Secretaria de Estado de Esporte, Cultura e Lazer (Secel-MT).
Dayanne Santana | Secel-MT

Professor Éverton Medeiros, ensina elementos da capoeira trazidos pelos africanos de origem banto. - Foto por: Divulgação
Professor Éverton Medeiros, ensina elementos da capoeira trazidos pelos africanos de origem banto.
A | A

Em razão da pandemia de Covid 19, muitas atividades presenciais em grupo passaram a ser realizadas no campo digital. Em Cuiabá, o projeto “Curso online de iniciação à capoeira angola em Mato Grosso”, desenvolvida pelo professor Éverton Medeiros, ensina elementos da capoeira trazidos pelos africanos de origem banto.

As aulas iniciaram em janeiro e terminam em abril, com o seminário de encerramento do curso com a participação de diversos mestres e professores de capoeira angola, com o objetivo de possibilitar troca de experiências. A iniciativa é contemplada pelo Edital MT Nascentes da Secretaria de Estado de Esporte, Cultura e Lazer (Secel-MT).

De acordo com o professor Éverton Medeiros, a ideia é proporcionar um ambiente de estudos e trocas de saberes sobre a capoeira angola, musicalidade, consciência física e mental, os reflexos e fortalecimento corporais e ritualidade. “O projeto teve boa adesão e as pessoas estão conseguindo desenvolver as habilidades e a apreensão dos fundamentos básicos da capoeira angola”.

A capoeira angola tem movimentos tradicionais, mas cada capoeirista tem a liberdade de reproduzir a partir da sua constituição física e gestualidade. O projeto conta com a parceria do grupo Quilombo Angola, que tem como mestre, Olavo Perri, e que desenvolve há 12 anos um projeto de extensão na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e com o Bando Maré de Março de Capoeira Angola e Samba de Roda, da Bahia, do mestre Guaxini do Mar.

Conheça mais sobre o grupo Quilombo Angola pela rede social @quilomboangola.