Pular para o conteúdo

O Museu Histórico de Mato Grosso foi inaugurado em 12 de agosto de 1978. O acervo é composto por peças históricas e artísticas, como mobiliário, armamento, numismática (cédulas, moedas e medalhas), objetos pessoais e de decoração, documentos textuais, cartográficos e iconográficos, insígnias, entre outros. O acervo está dividido em quatro períodos: ancestralidade, colônia, império e república. São 10 salas que retratam episódios da história mato-grossense, suas manifestações culturais e seu povo. 

Os móveis, utensílios e objetos que decoram o Museu são originários do Período Imperial e início da República, e muitas delas adornavam o antigo Palácio Alencastro, edificação construída no início do século XIX para abrigar a sede do governo estadual. Algumas dessas peças datam de 1819 e foram importadas de Montevidéu em 1882. O museu funciona no edifício do Thesouro do Estado, um prédio inaugurado em 23 de junho de 1898 para abrigar a Thesouraria Provincial (Contadoria Provincial) de Mato Grosso. 

Em estilo neoclássico, o edifício segue uma rígida distribuição dos artefatos estéticos e construtivos com destaque para os frontões, que proporciona uma simetria de suas fachadas; suas bases são assentadas em pedra canga lavrada, suas alvenarias em tijolos de barro queimado, com o piso em ladrilhos hidráulicos. 

O Museu Histórico integra o Patrimônio Histórico e Artístico Estadual, tombado pela Fundação Cultural de Mato Grosso, em 11 de março de 1983. Ao longo dos anos, abrigou outros órgãos públicos, como a Biblioteca Pública Estadual, o Departamento de Educação e, no início de 1970 até 1982, a escola Modelo Barão de Melgaço e, de 1983 a 2003, a Secretaria de Estado de Turismo.

Serviço

O Museu Histórico de Mato Grosso é um dos equipamentos culturais da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). Está localizado na Praça da República, 131, Centro de Cuiabá. O equipamento cultural está temporariamente fechado ao público.